quinta-feira, 8 de setembro de 2011

Por Cristiane Sampaio
Mtb.61.431

Boa noite, pessoal!
Com apenas dois dias de evento, já podemos afirmar: O XXIII Congresso Brasileiro de Psicanálise está um sucesso de público, conteúdo e atrações! Quem foi, pode concordar comigo, mal se pode andar por aqui, gente de vários lugares oportunizam uma ótima troca de conhecimento pelos corredores do Centro de Convenções de Ribeirão Preto.

“Neste Congresso estamos nos deparando com uma organização impecável, temas como eixo e continuidade, interligados, que nos proporcionam uma extensão e profundidade no assunto. Essa diversidade de reflexões, cursos e palestras é que tem proporcionado à riqueza do Congresso”, afirmou Rossana Nicoliello Pinho, de Belo Horizonte.
 
Após a entrega de material e credenciais o pessoal, já podia se inscrever e participar dos cursos, que já estavam começando... Foi uma correria só para garantir lugar, são tantas atrações e ainda sim parece que não foi suficiente para esse pessoal com sede de conhecimento. 

Depois de um belo dia de trabalhos, palestras, estudos e reflexões nada melhor que fechar a noite com ‘chave de ouro’ na cidade de Ribeirão Preto. A abertura oficial do evento lotou o Teatro Pedro II e o Palace Hotel ontem pela noite. 

Todos participantes tiveram direito a tapete vermelho, a uma bela exposição de carros de nossa patrocinadora Eurobike, além de uma apresentação belíssima e de tirar o fôlego da Orquestra Sinfônica de Ribeirão Preto. Conduzida pelo Maestro Cláudio Cruz, a Orquestra tocou a Sinfonia n°6 em si menor de Tchaikovsky e como a própria Febrapsi disse, “No final do século XIX, enquanto Freud publicava seus primeiros estudos psicanalíticos, Tchaikovsky compunha a 6ª Sinfonia”.
 
Foi com estilo, após a apresentação, que todos participantes e convidados se dirigiram para o Palace Hotel, onde foi realizado um belo e requintado Coquetel, exatamente como acontecia décadas atrás neste belo prédio histórico da cidade.


“Achei excelente a apresentação da Orquestra, o som estava ótimo, a escolha do repertório. Tudo muito bonito, inclusive o teatro, abrir o Congresso com música foi uma grande ideia, afinal é sempre uma festa. Esse encontro e reencontro com colegas de todos os estados é ótimo, temos a oportunidade de ver o que os analistas estão pensando hoje. Tudo isso é bastante enriquecedor, o Congresso sempre nos serve para estimular aos estudos, a busca pelo novo, sempre digo que os estudantes devem vir ao congresso, é sempre enriquecedor. A psicanalise muito ao contrário do que dizem, continua e está extremamente viva. Hoje dia, é necessário que as pessoas tenham acesso ao seu mundo interior, pra que lá na frente se tornem melhores”, afirmou Dra. Rosely Lerner, do Rio de Janeiro. 

E você o que está achando do Congresso? Poste aqui o seu comentário!

terça-feira, 6 de setembro de 2011


Por Cristiane Sampaio
Mtb. 41.631


Bom dia, pessoal!

Estamos na reta final e bem próximos do grande dia, aliás, amanhã se dará início ao XXIII CongressoBrasileiro de Psicanálise e viemos aqui hoje, em nome de toda organização, dizer nada menos que: 
Sejam bem-vindos!

Nossa equipe está muito animada e a todo vapor com os últimos preparativos para recebê-los. Para ajudá-los hoje, resolvemos postar algumas dicas para quem está a caminho do Congresso.

Ao pessoal que vem de longe, Ribeirão Preto é uma cidade muito quente e justamente por isso, como foi mencionado por alguns colegas em nossa página do Facebook, temos o costume de deixar o ar-condicionado no máximo. Portanto, traga roupas para um calor de 30°C, que é a previsão para esta semana (e sem chuvas); porém, não se esqueçam do agasalho para a noite, quando refresca um pouco e também para os ambientes fechados com ar-condicionado.

Muitas pessoas estão questionando se é necessário se inscrever para os diversos Cursos que foram oferecidos ou se estes são restritos somente a alguns participantes. Somente para o Congresso Didático, que foca na formação do psicanalista, é que os interessados deveriam ter se inscrito com antecedência. Quanto aos Cursos, estão abertos a todos participantes, são de livre acesso, e maiores informações podem ser obtidas na retirada de suas credenciais com o pessoal da FEBRAPSI, que vai estar a disposição para orientá-los na Secretaria do Congresso.
 
Outra dúvida que tem surgido é sobre as apresentações dos Temas Livres, que também são abertas a todos os participantes, e serão divulgadas num livreto que será entregue junto com as credenciais do Congresso. Participem e bom proveito!

Para quem ainda está em busca de transportes e hotéis, clique aqui.

Bom, é isso. Estamos à disposição de vocês, por aqui e pelas redes sociais, qualquer duvida, nos avisem.

Mais uma vez sejam bem-vindos e nos vemos lá!

quinta-feira, 1 de setembro de 2011


Por Cristiane Sampaio
Mtb.61.431


Boa noite, pessoal!

Hoje, levantamos aqui um tema polêmico: quais os LIMITES quando avós precisam cuidar dos netos? Até onde isso é bom para os pais, os avós e as crianças? Veremos agora!

Segundo a matéria publicada no site da Unimed - Rio, a cada dia que passa se torna mais comum a correria e falta de tempo entre as famílias brasileiras, e com isso o fato dos pais recorrerem aos avós para que cuidem de seus filhos.  

 Os pais devem estar atentos, pois criança saudável é criança ativa, alegra e arteira e os avós “normalmente” já possuem certas debilidades físicas, mentais e de tempo para “quebrar o galho e tomar conta dos netinhos”. É essencial ter cautela, segundo a psicanalista Eronides Borges da Fonseca (membro da Sociedade de Psicanálise do Rio de Janeiro), “É importante levar esses fatores em conta para não prejudicar o idoso. Se ele tiver um problema de saúde mais sério, pode ser mais interessante deixar as crianças na escola e na creche, nunca esquecendo de estimular o contato em família sempre que possível".

O convívio em família é sempre bom, saudável, mas tem sempre aquele ditado que diz:
 “Os pais educam e os avós mimam”, alguns cuidados são necessários para que esta seja a melhor opção para todos.
Quanto aos avós, se possuem disposição e energia para acompanhar os netos, ótimo! Neste caso são mesmo as pessoas mais adequadas a cuidar, ensinar e protegê-los. “Os avós devem ficar disponíveis, mas não podem tirar a autonomia da família para evitar conflitos", afirma e alerta: “caso um dos lados ultrapasse este LIMITE o melhor a ser feito é conversar para resolver o problema”, afirmou a Dra. Eronides. Isso nos lembra o que já dizia o velho guerreiro Chacrinha: “quem não comunica se estrumbica”. 
 
Quanto às crianças e adolescentes, fica a dica: Vai existir sempre um conflito de gerações, principalmente quando o assunto é sexualidade. Tente entender o pensamento conservador dos mais velhos e aprenda com eles. Sentar-se ao lado de pessoas idosas é garantia de aprendizado! 

Cabe também aos pais instruir os filhos, segundo Dra. Eronides, "Eles devem instruir os filhos a evitar abordar certos assuntos que possam dar margem a desavenças em família e dar aquele empurrãozinho para que avós e netos descubram as semelhanças que possuem entre si. Entretanto, é importante que isto ocorra de forma natural, sem forçar a barra", diz. Afinal, que criança que não nos ensina nada hoje em dia? Que dirá os adolescentes. Portanto, estejam abertos a novidades e superem estas barreiras!

Popular Posts

Loading...
Subscribe to RSS Feed Follow me on Twitter!