quarta-feira, 10 de agosto de 2011


Por Cristiane Sampaio


Bom dia, pessoal!

Hoje, trouxemos como tema a “Psicanálise e a Comunidade”, que também será um tema abordado no XXIII Congresso Brasileiro de Psicanálise. Para tal, o Limites tomou como base o texto do Dr. Bernardo Tanis – Membro Efetivo da SBPSP e Diretor de Comunidade e Cultura da Fepal na gestão 2006-2008, que traz de forma interessante e envolvente a questão.

Segundo o Dr. Bernardo, para lidar permanentemente com as fronteiras, o psicanalista de hoje, precisa ter uma participação maior na comunidade e estar presente em diferentes espaços de atuação, sempre buscando um diálogo e uma interface com outras disciplinas. Diante de tantas mudanças econômicas e culturais nos últimos tempos, o psicanalista, assim como outros profissionais e pensadores da cultura, é convidado a enfrentar desafios clínicos e sociais que esta nova realidade vem gerando.

Foram constatados “dois importantes movimentos nas Sociedades psicanalíticas: de expansão do trabalho clínico e reflexivo em torno das modalidades de intervenção dos psicanalistas na comunidade; e de participação ativa nos debates em torno da cultura contemporânea e seus impasses, buscando uma maior integração da Psicanálise na sociedade em geral e no espaço universitário em particular”.

Como a própria história nos conta, a dinâmica das fronteiras não é tranquila, envolve entre tantas coisas a curiosidade, a sedução e até o risco de se perder a própria identidade. Acredita-se que em contraposição de se assumir uma postura defensiva ou de confronto, o ideal é assumir uma estratégia de diálogo, de busca de interlocução com os diferentes campos do saber. Segundo Bernardo, “distantes da arrogância ou da timidez, acreditamos que um posicionamento claro, que reconheça não só nossos limites, mas também o nosso potencial, poderá garantir um lugar para a Psicanálise na nova geografia sociocultural”.

Felizmente, podemos observar o quanto este trabalho vem sendo desenvolvido e trabalhado em diversas jornadas, encontros e congressos, como veremos no XXIII Congresso Brasileiro dePsicanálise.

Pra você que ainda não se inscreveu clique aqui, pois ainda está em tempo!

0 comentários:

Postar um comentário

Popular Posts

Loading...
Subscribe to RSS Feed Follow me on Twitter!