terça-feira, 30 de julho de 2013


LUCIAN FREUD EXPÕE “CORPOS E ROSTOS” NO MASP
Por Cristiane Sampaio
Mtb. 61.431

Olá,

Dando continuidade a nossa programação especial de férias, com dicas de filmes, viagens e arte, os convidamos hoje para uma grande exposição do MASP (Museu de Artes de São Paulo Assis Chateaubriand). Pela primeira vez no Brasil, Lucian Freud apresenta a mostra “Corpos e Rostos”. Ele tem o nome o pai da psicanálise e não é por acaso, Lucian é neto legítimo de Sigmund Freud e traz em sua arte a ousadia e irreverência do avô. Talento único que vem impressionando o mundo. Aqui a exposição vem se realizando desde 28 de junho e tem o término previsto para 13 de outubro de 2013. Imperdível aos fãs da psicanálise!

Segundo informações do MASP, Lucian Freud é um dos principais artistas do pós-guerra, tem foco em sua produção gráfica e apresenta dois períodos marcantes em sua carreira como gravurista: o primeiro deles na década de 1940, quando ainda jovem fez um pequeno número de gravuras experimentais e, depois de um longo intervalo, um segundo momento a partir da década de 1980, quando criou uma sucessão de obras extraordinárias usando a técnica da água-forte. Estes trabalhos mais recentes incluem uma ampla seleção de nus e retratos e foram descritos como “uma conquista paralela à suas pinturas”.

A exposição no Brasil traz ao público seis quadros: um autorretrato do começo de sua carreira e cinco pinturas de diferentes décadas, incluindo Girl with Roses, de 1947- 48. E se completa com a exibição de 28 fotos tiradas por David Dawson, seu assistente, amigo e fotógrafo oficial que além de registrar os movimentos do artista e seus modelos no ateliê, costumeiramente servia ele próprio de modelo para Lucian Freud, que nasceu em 1922 na Alemanha e naturalizou-se inglês em 1939.

Para Teixeira Coelho, “Lucian Freud praticou o que se pode descrever como humanismo incômodo. “Pinto o que vejo, não o que você quer que eu veja”, costumava dizer aos que o censuravam por um verismo que julgavam exagerado. De fato, Lucian Freud mostrava um comprometimento total com seus modelos, persistentemente buscando apreender toda sua verdade, que ele via como algo invasivo e perturbador, não tranquilizador. Essa persistência o levava a gastar 18 meses de trabalho com uma modelo, sete noites por semana, para chegar à obra final. Outra persistência sua foi com o figurativismo, que não abandonou em nenhum momento. Essa insistência chegou mesmo a causar escândalo quando, em 1976, uma exposição na Hayward Gallery de Londres organizada pelo também artista R.B.Kitaj defendeu o que este chamava “Escola de Londres”, reunindo artistas como o próprio Lucian Freud, Frank Auerback, Francis Bacon, Leon Kossof e outros que faziam do figurativismo um elemento de resistência contra o abstracionismo dominante. Abstracionismo, com Lucian Freud, só aquele acidentalmente feito por seus pincéis quando os limpava nas paredes de seu ateliê, sobrepondo mancha de tinta a mancha de tinta...”, afirmou.

Não perca. Uma mostra que levanta muitos questionamentos e nos leva a reflexões.

Serviço:
MASP - Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand

Av. Paulista, 1578. Acesso a deficientes. Horários: De 3ªs a domingos e feriados, das 10h às 18h. Às 5ªs: das 10h às 20h. A bilheteria fecha meia hora antes. Ingresso: R$ 15,00. Estudantes, professores e aposentados com comprovante: R$ 7,00. Acesso gratuito a todos às terças-feiras e para visitantes com até 10 anos e acima de 60 anos.Estacionamento: Car Park – Alameda Casa Branca, 41. R$ 14,00 para até duas horas. Pegar selo do estacionamento na recepção do MASP para ter descontos.

Fonte: www.masp.art.br

sexta-feira, 26 de julho de 2013

O tempo e o sujeito da experiência na era dos excessos.

Por Cristiane Sampaio
Mtb. 61.431


Olá,

Hoje vamos falar sobre a Jornada da Psicanálise e Educação que acontecerá no próximo dia 5 de Outubro, na SBPSP, em São Paulo. A terceira edição do evento traz como tema “O tempo e o sujeito da experiência na era dos excessos”.

Segundo a SBPSP, diante das demandas de performance, das sofisticadas tecnologias de comunicação e da rapidez com que os estímulos se apresentam, como o indivíduo pode se apropriar de sua experiência? Como podemos transformar esse excesso de estímulos em vivências significativas e plenas de sentido? - A proposta dessa jornada é buscar uma maior compreensão a respeito de como somos impactados pelo excesso em suas diversas manifestações e refletir sobre possíveis formas de lidar com esses desafios com os quais nos deparamos no mundo contemporâneo.

O tema será debatido por cinco grandes palestrantes:

Lino de Macedo
Professor Titular (aposentado) do Instituto de Psicologia da USP. Membro da Academia Paulista de Psicologia. Possui diversas publicações.

Leda Maria Codeço Barone
Psicanalista da SBPSP. Membro do Departamento de Psicanálise do Instituto Sedes Sapientiae e Membro do CETEC. Dra. em Psicologia Escolar USP - SP. Membro do Conselho Editorial de Percurso - Revista de Psicanálise.

José Francisco de Almeida Pacheco
Educador. Professor na Escola da Ponte - Portugal (1976/2006). Diretor do Centro de Formação (1993/1995). Investigador IIE, FPCE-UP e Instituto Paulo Freire (1995/2006). Membro do Conselho Nacional de Educação (1999/2002).

Gina Khafif Levinzon
Psicanalista da SBPSP. Coordenadora do Grupo de Estudo sobre Adoção na SBPSP. Doutora em Psicologia Clínica - USP. Professora do Curso de Especialização em Psicoterapia Psicanalítica – USP.


Olgária Chain Féres Matos
Professora Titular Livre-Docente do Depto de Filosofia da FFLCH-USP e Professora Titular do Depto de Filosofia da EFLCH-Unifesp. Mestre em Filosofia pela Universidade de Paris IV, Sorbonne, França. Professora Dra. pelo Depto de Filosofia da Escole des Hautes Etudes em Sciences Sociales e pelo Depto de Filosofia da FFLCH-USP

Informações e inscrições:
www.sbpsp.org.br – Fone: (11) 2125-3701

Taxas:
Profissionais - até 25 de setembro: R$ 90,00 | a partir de 26 de setembro R$ 100,00 
Estudantes - até 25 de setembro: R$ 55,00 | a partir de 26 de setembro R$ 65,00
Profissionais da Rede Pública de Ensino - até 25 de setembro: R$ 45,00 | a partir de 26 de setembro R$ 55,00
Membros e membros filiados da SBPSP - não há custo

Local:
SBPSP – Sociedade Brasileira de Psicanálise de São Paulo.
Av. Dr. Cardoso de Melo, 1450/1º andar – Vila Olímpia.

Clique AQUI confira a programação completa do evento.

Fonte: www.sbpsp.org.br.

terça-feira, 23 de julho de 2013

já tem programação para o segundo semestre

Por Cristiane Sampaio
Mtb. 61.431

Olá,

Como já falamos dos Projetos de Cinema & Psicanálise de Ribeirão Preto e São Carlos, não poderíamos deixar de publicar aqui as novidades sobre o grupo de Franca, que também é parceiro da SBPRP neste projeto. 

Para este segundo semestre já estão confirmadas quatro sessões. Assim como nos outros projetos, um palestrante é convidado para o debate pós-filme. O objetivo é tornar acessível ao público em geral o modo de pensar psicanalítico, além de apresentar os analistas à comunidade.

Em Franca, as sessões são realizadas no Anfiteatro do Centro Médico, sendo abertas ao público em geral, realizadas aos sábados, às 15h e com ingressos a R$5,00.

Acompanhe a programação deste segundo semestre e reserve estas datas.



AGOSTO
Dia: 24/08/2013 
Filme: Peixe Grande
Comentários: Ana Regina Morandini Caldeira 
(Psicanalista e Membro Associado da SBPRP / Psicóloga).





SETEMBRO
Dia: 21/09 
Filme: Um homem e uma mulher
Comentários: Nilton César Bianchi 
(Psicanalista e Membro Associado da SBPRP / Psicólogo). 



OUTUBRO
Dia: 19/10
Filme: Ensaio sobre a cegueira
Comentários: Alexandre Martins de Mello 
(Psicanalista  e Membro Associado da SBPRP / Psiquiatra).





NOVEMBRO
Dia: 09/11
Filme: As aventuras de Pi
Comentários: Ana Márcia Vasconcelos P. Rodrigues  
(Psicanalista e Membro Associado da SBPRP / Psiquiatra).




Garanta seu lugar. Nos vemos por lá!


quinta-feira, 18 de julho de 2013

de São Carlos completa cinco anos este mês

Por Cristiane Sampaio
Mtb. 61. 431


Olá,

Iniciamos esta semana falando de Cinema & Psicanálise e então resolvemos postar hoje sobre o grupo de São Carlos que coincidentemente está aniversariando este mês. Vamos contar um pouco a história do Projeto, as novidades e as próximas sessões. Acompanhe!


            Conheça a história

Em 2008, a Psicanalista Silvana Andrade, terminava sua formação psicanalítica na SBPRP, e, com o desejo de divulgar a psicanálise em sua cidade realizou a primeira sessão de Cinema e Psicanálise em São Carlos. O sucesso da primeira sessão foi tamanho que não interromperam mais o projeto.

As sessões são gratuitas e abertas ao público em geral sendo realizadas mensalmente na Casa do Médico. No mesmo formato do C&P da SBPRP, após a exibição de um filme previamente escolhido, um psicanalista convidado faz seus comentários, à luz do olhar psicanalítico, estimulando a plateia a um debate.

O intuito é sempre divulgar a psicanálise, apresentando o modo psicanalítico de pensar as relações humanas.

Segundo Silvana, “O apoio da SBPRP (Comissão de Cinema e Psicanálise e Científica) tem sido fundamental para o projeto, que tem se mantido com compromisso e seriedade, proporcionando aos participantes não somente um momento de entretenimento, mas, funcionando principalmente como fonte geradora de conhecimento e saúde”.

A Psicanalista ainda ressaltou que o projeto “Cinema e Psicanálise” tem resultado em muitos desdobramentos: funciona como fonte inspiradora para que profissionais da cidade de São Carlos procurem a SBPRP e seus membros para análise, supervisão e grupos de estudos, aprofundando seus conhecimentos psicanalíticos. Resultou também em novos projetos da SBPRP na cidade de São Carlos, como o “Semeando a Psicanálise”, além de grupos de estudos e encontros psicanalíticos realizados pelo NPSC. Além de estimular outras cidades da região a também realizar o Cinema e Psicanálise. Um projeto incrível.


Programação C&P São Carlos
Segundo Semestre 2013


AGOSTO
Dia: 09/08 - 20hs
Filme: Dúvida
De: John Patrick Shanley
Comentários: Profa. Dra. Cássia Regina Rodrigues Varga
(Psicóloga, Professora Adjunta do Departamento de Medicina da UFSCar e Membro Filiado do Instituto de Formação da Sociedade Brasileira de Psicanálise de Ribeirão Preto).
 

SETEMBRO
Dia: 13/09 - 20hs
Filme: O Retrato de Dorian Gray
De: Oliver Parker
Comentários: Monica Bittar Santamarina Araújo
(Psicóloga, Psicanalista, Membro Associado da Sociedade Brasileira de Psicanálise de Ribeirão Preto).


OUTUBRO
Dia: 11/10
Filme: Intocáveis
De: Eric Toledano
Comentários: Cora Sophia de Toledo Piza Schroeder Chiapello
(Psicanalista, Membro Efetivo da SBPRP).



NOVEMBRO
Dia: 08/11/2013 - 20hs
Filme: Amour
De: Michael Haneke
Comentários: Dra. Maria Auxiliadora Campos
(Médica Psicanalista, Membro efetivo da Sociedade Brasileira de Psicanálise de Ribeirão Preto, Profa. Dra. aposentada da FMRP-USP).



REALIZAÇÃO:
Núcleo Psicanalítico de São Carlos e Associação Médica de São Carlos.

APOIO:
SBPRP – Sociedade Brasileira de Psicanálise de Ribeirão Preto.

Coordenação:
Dra. Silvana Mara Lopes Andrade (Médica, Psicanalista, Membro Associado da SBPRP).

Comissão de Cinema e Psicanálise do NPSC:
Aline Sardelli, Fernanda Tomé Marleta Iezzi e Mariana Sanchez.



terça-feira, 16 de julho de 2013

Palestra sobre adolescência: “Eu matei minha mãe”


Como todos sabem, o Cinema & Psicanálise foi um projeto pioneiro em Ribeirão Preto, que se iniciou em 1999 como um segmento do “Espaço Cultural” da SBPRP com o objetivo de apresentar ao público em geral o modo psicanalítico de pensar, bem como apresentar os nossos analistas à comunidade. Assim, tentamos diminuir os preconceitos que ainda existem em relação à Psicanálise e oferecemos às pessoas interessadas um espaço de cultura, lazer e conhecimento especializado. Neste mês de Agosto iremos inaugurar para o público em geral o nosso novo espaço de apresentações, o Instituto Figueiredo Ferraz, um espaço de excelência cultural em nossa cidade, que muito gentilmente aceitou a parceria conosco. Mais uma vez agradecemos ao mecenas João Carlos de Figueiredo Ferraz por esta parceria.

Neste próximo dia 10 de Agosto, sábado, às 14h30min, iremos apresentar o filme “EU MATEI MINHA MÃE”, escrito, dirigido e estrelado pelo jovem e criativo canadense Xavier Dolain.

O filme será o mote para uma conversa sobre o sempre atual tema da Adolescência. Teremos como palestrantes as psicanalisas Dras. Silvana Vassimon e Fernanda Passalacqua, ambas colegas da SBPRP. Os trechos abaixo fazem parte do que cada comentadora irá trabalhar:

Que amor é esse que se exibe pelo avesso?
Que amor é esse que, travestido de ódio, ataca, fere e dilacera quem ama?
Que ódio é esse que conecta, indissolúvel, qual fina teia, mãe e filho?
Que ódio é esse que, intenso e apaixonado, vaga em busca de aconchego?

Silvana Vassimon

Na mesa em que ocupam, há um lugar vazio, a presença da falta de uma figura masculina, ou o pai, tão importante na sua função de exercer um equilíbrio e uma equidistância entre Hubert e sua mãe.  Surge a necessidade eminente de se fazer uma modificação no cenário. A esperança, como um novo ingrediente, passa a fazer parte da relação entre mãe e filho.

Fernanda Passalacqua

Esperamos que todos participem!

SERVIÇO:
Inscrições pelo site da SBPRP: www.sbprp.org.br
Valor: R$25,00 – VAGAS LIMITADAS!
Será fornecido certificado para os interessados.

Local do evento: Instituto Figueiredo Ferraz
R. Maestro Ignácio Stábile, 200 - Bairro: Alto da Boa Vista
Ribeirão Preto - SP

sexta-feira, 12 de julho de 2013

Conheça Bonito durante o XXIV Congresso Brasileiro de Psicanálise

Por Cristiane Sampaio
Mtb. 61.431



Entre os dias 25 e 28 de Setembro, Campo Grande vai se tornar a Capital da Psicanálise Brasileira.  A cidade eleita como sede do XXIV Congresso Brasileiro de Psicanálise, deve receber psiquiatras, psicólogos e psicanalistas de todo o Brasil para o evento. E bem pertinho dali está uma das maiores belezas naturais do país, a cidade Bonito.

Pra quem já se prepara para este grande encontro psicanalítico, vale a pena estender a viagem e aproveitar as belezas da região. Bonito surpreende pelas águas cristalinas repletas de peixes, grutas e cachoeiras que encantam os olhos de todos que passam por lá.

Uma cidadezinha pequena, dona da famosa gruta do lago azul. Cenário de novelas e minisséries. Um verdadeiro paraíso natural cercado por cavernas e quedas d´água que se transformam em pano de fundo para a prática do rapel; as matas foram cortadas por trilhas planejadas e circuitos de arvorismo; e os rios - verdadeiros aquários naturais graças ao calcário das rochas que contornam os leitos - viraram cenários para mergulhos autônomos e livres.

Sem contar que o turismo sustentável por lá é exemplar. A cidade realmente faz BONITO quando o assunto é preservação ambiental. Obrigatoriamente todos os passeios devem ser acompanhados por guias locais, afinal sem eles nós não temos acesso e seria impossível curtir tantos atrativos.

Uma viagem imperdível, ainda mais pra quem já está ali do lado.
Informações sobre o Congresso? Clique AQUI.

terça-feira, 9 de julho de 2013

Por Cristiane Sampaio
Mtb. 61.431
 

Palermo, charmoso bairro  de Buenos Aires, Argentina tem a peculiaridade de ser um local no qual  Sigmund Freud se faz presente no imaginário das pessoas.

Segundo a jornalista Délis Ortiz, “a Praça Güemes vive uma eterna crise de identidade: nasceu general Guemes; foi batizada como Santa Guadalupe; mas é conhecida como Praça Freud. É o que o pai da psicanálise chamaria de conflito entre repressão, religião e paixão”.

Este local é considerado hoje uma das maiores concentrações de consultórios de psiquiatria, psicologia e psicanálise de Buenos Aires. Ao redor da praça já existiu restaurante Freud, café Sigi, de Sigmund Freud, e até mesmo, há algum tempo, tentaram trocar o nome  da rua Medrano por rua Freud.

O local chamou a atenção da imprensa mundial e acabou sendo objeto de um artigo no Wall Street e um documentário da TV Canadense que explorou as relações entre tango e psicoterapia.

O ar melancólico da "Villa Freud" povoa o inconsciente coletivo dos moradores e visitantes. Em Buenos Aires existe ainda uma galeria especializada neste grande mestre com exposições permanentes  com mais de 20 obras novas por mês para deleite de uma freguesia cativa de amantes da psicanálise.

A Argentina é o país com a maior concentração de psicólogos do  mundo. Como disse Ortiz, “não por acaso: é terrinha do tango, de alma melancólica”.

Fontes: www.g1.com / www.freudexplicado.blogspot.com.br

quinta-feira, 4 de julho de 2013

Uma lista de filmes com Freud pra você curtir as férias! 

Por Cristiane Sampaio
Mtb. 61. 431

Olá,

A primeira lista foi um sucesso. Resolvemos, então, postar hoje mais algumas dicas de filmes que tratam de psicanálise pra vocês aproveitarem o tempo disponível das férias. São produções cinematográficas que abordam algumas Teorias Psicanalíticas de forma acessível. Acompanhe!

1. Doze macacos


Produzido em 1996, este filme dirigido por Terry Gilliam conta a história de James Cole (Bruce Willis), no ano de 2035. Ele é prisioneiro em uma cidade subterrânea e aceita a missão de voltar ao passado para tentar decifrar o mistério envolvendo o vírus mortal que levou à morte a maior parte da humanidade. É considerado louco e é internado em um manicômio onde ninguém, além de seu amigo Jeffrey Goines (Brad Pitt) parece acreditar nele. Esta situação é pano de fundo para uma aventura em que ele tem que provar sua sanidade a uma médica renomada que se torna a única esperança de mudar o futuro e evitar que a humanidade seja exterminada da Terra. Um roteiro denso e sensacional com um final surpreendente.


2. O Sexto Sentido

Produzido em 1999, o filme traz a história do psicólogo infantil Malcolm Crowe, interpretado por Bruce Willis. Ele se dedica com paixão ao caso de Cole Sear (Haley Joel Osment): um garoto de 8 anos que tem dificuldades de entrosamento no colégio e vive paralisado pelo medo. Malcolm, por sua vez, tenta se recuperar de um trauma sofrido anos antes quando um de seus pacientes se suicida na sua frente. Certamente o melhor filme do diretor M.Night Shayamalan


3. Habemus Papam

Produzido em 2011, um ótimo filme do grande diretor italiano Nanni Moretti. A história gira em torno de Michel Picoli, eleito o novo papa. Ele sofre um ataque de pânico quando deveria ser anunciado como papa na varanda da praça de São Pedro. Os cardeais decidem, então, chamar em segredo um psicanalista ateu para convencê-lo a aceitar o cargo. No mínimo um filme intrigante. 




4. Um Divã Para Dois

O drama com leve toque de humor produzido pelo diretor David Frankel é imperdível. Produzido em 2012, o filme mostra um casal de meia-idade, os ótimos Meryl Streep e Tommy Lee Jones, que vivem um relacionamento morno, sem relações sexuais. A esposa inconformada fica sabendo de um terapeuta de casais, Steve Carell, especializado em casos assim e os inscreve para um período de imersão no divã do psiquiatra. O toque hilário fica por conta das resistências do marido em acreditar na eficácia do tratamento. Vale a pena se divertir com estes dois.


5. Um estranho no ninho
 
Produzido em 1975, dirigido por Milos Forman. Este filme que é considerado um clássico dos anos 70 conta a história do presidiário Randle McMurphy, interpretado por Jack Nicholson. Ele acreditava que, fingindo ser louco, seria liberado do trabalho na prisão, mas seus planos são frustrados quando é enviado a um hospital psiquiátrico. Indiscutivelmente, uma das melhores atuações de Jack Nicholson, premiado com o Oscar de melhor ator.  Um filme para ver, refletir e rever muitas vezes.



Essas são as dicas de hoje, em breve voltamos com mais.
Preparem a pipoca e boa sessão!

Fontes: listasde10.blogspot.com.br / cineamador.wordpress.com

Popular Posts

Loading...
Subscribe to RSS Feed Follow me on Twitter!