quinta-feira, 26 de novembro de 2015


A bienal da SBPRP promete ser bastante interessante! Está sendo preparado pela comissão científica vários temas. Acompanhem o programa confirmado até o momento.

 Mesas e Cursos/Bienal 2016:

Psicanálise e Tecnologia
Diálogos possíveis

Sexta (20/5/2016):
Mesa 1 (sexta-feira, 8h00min às 10h00min) Palestras:
Ambientes digitais e imagens, presença ou abstração? (Prof. Dr. Norval Baitello Junior – área de comunicação e artes PUC-SP e Dra. Anette Blaya Luz – psicanalista da SPPA)

Mesa 2 (sexta-feira,10h30min às 12h30min) Palestras:
O aprender com a experiência: repensando as funções do homem e das ferramentas (Prof. Dr. José Armando Valente- área de comunicação e educação- UNICAMP e Sra. Jassanan Amoroso Dias Pastore – psicanalista da SBPSP)

Cursos A e B: (sexta-feira, 12h45min às 13h50min):

Curso A: A experiência do tempo à luz da fotografia contemporânea: Sr.Feco Hamburger-fotógrafo /artista (São Paulo).
Curso B: Ampliações do Mito de Édipo: Dr. Júlio César Conte-médico, teatrólogo, psicanalista-(Porto Alegre)

Mesa 3 (sexta-feira,14h00min às 16h00min)   
Linguagem e narrativa em tempos de WhatsApp (Sr. Marcelino Freire- escritor-– São Paulo e Sra.Vera Lucia Colussi Lamanno Adamo- psicanalista da SBPSP e do Grupo de Psicanálise de Campinas)

Mesa 4 (sexta-feira,16h30min às 18h00min) Palestras:
Espaço compartilhado: troca informal de ideias, sobre o mundo virtual/digital, do público com psicanalistas da SBPRP e de outras sociedades.


 Sábado (21/5/2016):
Mesa 5 (sábado, 8h00min às 10h00min) Palestras:
Na rede, novas configurações das relações humanas (Prof. Dra. Maria Arminda do Nascimento Arruda- socióloga- USP-SP- e Sra. Elsa Vera Kunze Post Susemihl- psicanalista da SBPSP)

Mesa 6 (sábado, 10h30min às 12h30min) Conferência:
Pensamento e ética na contemporaneidade: perspectivas do humano no limiar entre o animal e a máquina (Profa. Dra. Aléxia Cruz Bretas- filósofa- Universidade Federal do ABC)
Cursos A e B (sábado, 12h45min às 13h50min): continuidade e finalização (Sr. Feco Hamburger e Dr. Júlio César Conte)

Mesa 7 (sábado, 14h:00min às 16h:00min)  Palestras:
 Tecnologia em cena: destinos da estética ( Sr. Feco Hamburger –São Paulo)

Mesa 8 (sábado, 16h30min às 18h30min) Palestras:
Cultura no ambiente tecnológico (Dr. Júlio Cesar Conte –Porto Alegre- e Prof. Dr. Reinaldo Furlan – filósofo, Ribeirão Preto- FFCLRP-USP)

Atividade de Encerramento: 18h30min. 

terça-feira, 24 de novembro de 2015



A escolha do filme " Basquiat- traços de uma vida " surgiu a partir de algumas reflexões :
- Jean Michel Basquiat foi um dos grandes representantes da arte contemporânea, cujos grafites nas paredes e muros de Nova York conquistaram o respeito da crítica e o lançaram no mundo das artes. Desde cedo foi influenciado pela mãe Matilde a desenhar, pintar e participar de atividades artísticas. Basquiat revela seu talento com o apoio do artista plástico Andy Warhol, tido como o rei da Pop-Art e a partir daí tem uma ascensão meteórica até sua morte prematura aos 27 anos de idade.
- Sua trajetória nos leva a questionar por que tantos artistas encontram a loucura ou a morte violenta e traumática tão jovens.

Dra. Mércia Maranhão Fagundes -  SBPRP.

quarta-feira, 18 de novembro de 2015

SBPRP
Convida para o filme:

Basquiat
 

Comentários de Mércia Maranhão Fagundes, Médica, Membro Efetivo e Analista Didata da SBPRP e de Dante Veloni, Artista Plástico e Mestre em Arquitetura e Urbanismo pela FAU – USP.




28 de Novembro de 2015 - sábado às 14h30.

Local: Instituto Figueiredo Ferraz (IFF) 
Rua Maestro Inácio Stábile, 200
Evento aberto ao público em geral

Inscrições Antecipadas devido a VAGAS LIMITADAS, pelo email: 

Será fornecido certificado para os interessados

Mais informações pelo fone: 3623-7585

sexta-feira, 13 de novembro de 2015


quarta-feira, 11 de novembro de 2015




IV BIENAL de PSICANÁLISE e CULTURA - 2016



            A  SBPRP estará realizando no período de 19 a 21 de maio de 2016, no Centro de Convenções de Ribeirão Preto, a sua IV Bienal de Psicanálise e Cultura, cujo tema será Psicanálise e Tecnologia. Diálogos Possíveis.
            Nas edições anteriores contamos com a presença de aproximadamente 500       pessoas das mais diversas áreas das quais destacamos: psicólogos, psicanalistas, médicos, jornalistas, acadêmicos, artistas e pessoas interessadas em cultura de modo geral, de Ribeirão Preto e região. Como o tema deste ano é Psicanálise e Tecnologia esperamos abranger também um público ligado à tecnologia, marketing, arquitetura, entre outros.
            A Bienal tem sido um espaço de difusão, debate e produção de novos conhecimentos que tem contribuído para a compreensão da complexidade do mundo contemporâneo.
             Esta bienal promete ser muito interessante, teremos palestrantes do mais alto-nível, entre outras atrações, que certamente propiciará um encontro muito fértil e criativo.



Comissão organizadora SBPRP

terça-feira, 10 de novembro de 2015




É essa semana!! Não percam!!
O Grupo de Estudos de Casal e Família da SBPRP ,está cuidando para que a Segunda Jornada de Casal e Família seja saborosa e aconchegante,como um Encontro em Família!!
As vagas já foram encerradas. Estamos com a casa cheia!!

Aguardamos vocês nos dias 13 e 14 de novembro de 2015,na sede da SBPRP .
Para este Evento receberemos o Dr Rodolfo Moguillansky:
-Psiquiatra e Psicanalista, formado pelo Instituto de Psicanálise de Buenos Aires    
(FEPAL e IPA) .
-Fundador e primeiro coordenador da Área de Família da APdeBA.
-Professor Titular do Instituto de Psicanálise de APdeBA.
-Autor de inúmeros livros e artigos sobre o tema. Participa ativamente como palestrante
 em Congressos nacionais e internacionais.

Comissão Organizadora:
Adriana Navarrete Bianchi
Arlindo Gomes Silveira
Carla Bellodi
Cristiana Prota
Denise Lea Moratelli
Maria Roseli P Galvani
Marta D Sotelino
Raquel Siminati


quinta-feira, 5 de novembro de 2015




“Interlocuções entre a psicanálise e a literatura”

            Freud foi um leitor ávido de romances e um fértil escritor. Em “Estudos sobre a Histeria” afirmava: “...e ainda me surpreende que os históricos de casos que escrevo pareçam contos e que, como se poderia dizer, eles se ressintam do ar de seriedade da ciência” (Freud, 1895, p. 209). Podemos pensar que a psicanálise tem uma dívida para com a literatura, que aponta caminhos para aqueles interessados nos mistérios da alma humana, na sua infinita combinação de personagens e situações emocionais narradas.
            Há autores que utilizam textos literários para estimular experiências emocionais nos participantes de um grupo de estudos, propondo que essas vivências e sua discussão implicam um aumento da capacidade para reconhecer e interpretar estados afetivos e expandir o espaço mental em extensão e profundidade.
            Bion (Bion,2005) afirma que não existe linguagem apropriada para o domínio do campo denominado mente, caráter ou personalidade, a despeito da existência do mesmo. Afirma que, dado esse problema, nossas “descrições do campo mental facilmente se desgastam como uma faca que perde o fio ou uma moeda sem lastro” (Bion, 2005, p. 2). Propõe que a criação de teorias, arte e religião nos auxiliam a suportar nossa ignorância e preencher vazios quando nos sentimos perdidos e terrivelmente aterrorizados, como o neurótico preenche lacunas de suas mentes com narrativas fantasiosas. Segundo Bion, há esperança que a psicanálise e a literatura, de alguma maneira, se refiram à realidade.
No Semeando a Psicanálise do dia 10 de novembro de2015, seguindo Freud e autores contemporâneos como Bion e Ogden, faremos um passeio pela interface entre a psicanálise e a literatura, procurando uma forma de falar sobre os conteúdos de um trabalho analítico que escape dos jargões e enriqueça o trabalho de contato com narrativas de emoções.

Dr. Alexandre Martins de Mello – SBPRP.

Popular Posts

Loading...
Subscribe to RSS Feed Follow me on Twitter!