quarta-feira, 15 de outubro de 2014

O Marido da Cabeleireira

O Marido da Cabeleireira (Le Mari de la Coiffeuse, França, 1990) – Nota 8
Direção – Patrice Leconte
Elenco – Jean Rochefort, Anna Galiena, Roland Bertin, Maurice Chevit.

Antoine (Jean Rochefort) é um homem de meia-idade que quando garoto era apaixonado por uma cabeleireira. O fato marcou sua vida profundamente, até ele conhecer outra cabeleireira, a jovem, bela e sensual Mathilde (a italiana Ana Galiena), por quem ele se apaixona e decide dedicar toda sua vida. Mesmo com a diferença de idade, Mathilde aos poucos se entrega aos encantos de Antoine e se apaixona pela forma com que ele a admira.
Este simpático filme francês, conta uma sensível história de amor, com cenas sensuais de extremo bom gosto e toca ainda em temas como envelhecimento, medo da morte e perdas. O roteiro do diretor Leconte em parceria com Claude Kotz é sutil e extremamente conciso, resultando num belo filme de apenas setenta e oito minutos. Vale ainda destacar a química entre o veterano Jean Rochefort e a sensual Ana Galiena.
Maria Luiza S.Ferreira Borges, que comentará o filme no próximo dia 19 de outubro no Sesc, propõe a seguinte reflexão:
Como humanos somos seres de relações. As relações ditas amorosas fazem parte de nossa necessidade humana de ser aceito acolhido e desejado. Vamos refletir sobre relações amorosas "adesivas" e ou fusionadas onde há indiscriminação eu/outro, indiscriminação do tempo e espaço. Nestas relações que podem parecer a primeira vista uma entrega harmoniosa e feliz fica encoberto o predomínio de um estado mental primitivo onde a sensorialidade é traço marcante e a indiscriminação das mentes pode facilmente levar ao estado de não pensar. Este parece ser um dos pontos que o filme desperta nossa possibilidade de reflexão.

Esperamos vocês para uma boa conversa!!

0 comentários:

Postar um comentário

Popular Posts

Loading...
Subscribe to RSS Feed Follow me on Twitter!