terça-feira, 15 de dezembro de 2015


Estamos em plena era tecnológica. Os botões, fios, entradas USB, carregadores, jogos virtuais, touch screen, WhatsApp, Facebook  e tantos outros APPs e recursos que surgem a cada semana, vieram e instalaram-se em nossas vidas como alimentos do dia-a-dia. No momento em que o mundo parece caminhar para um novo paradigma de relações, como nos posicionarmos? Como a Psicanálise se insere, participa e apreende os rumos da humanidade em sua presente experiência de resvalar o sentido das coisas, de tangenciar o contato, de tornar descartável e ligeiras as relações? A tecnologia alcançou tamanho poder em nosso tempo que quase podemos pensar que nos comanda... Celulares, computadores, Skype, redes sociais, tablets... em uma velocidade alucinante o mundo se transforma: seguir as mudanças é inevitável? Para onde iremos? Qual a dimensão que se estabelecerá na mente, no futuro??? O tempo/espaço sofre intensas e rápidas transformações: de configuração necessária para se estabelecer o campo da formação e desenvolvimento da mente humana parece deslocar-se para a linha etérea que propõe o “quase nada”; quando se viu, já foi !!!

Por outro lado, a tecnologia aproxima, permite reaver o tempo passado em forma de  emoções novas e esperançosas. Torna-se entretenimento e fonte de motivação para situações extremas de solidão e desamparo: o  amigo virtual de qualquer momento! O conhecimento se expande e se torna acessível. O mundo adquire uma nova e chocante dimensão! O desenvolvimento, as descobertas e avanços na área das ciências, artes e humanidades é inquestionável.

A mão dupla da tecnologia é um fato: acrescenta e desconstrói.

A Psicanálise, como partícipe/ construtora da Cultura e da vida Social, não pode ignorar o momento atual. Está mais do que na hora de discutirmos nossa atualidade virtual e os caminhos possíveis para a continuidade do caminhar humano.

Assim, a TECNOLOGIA, em todos os seus aspectos, foi o tema escolhido para a próxima IV Bienal de Psicanálise e Cultura, em 2016!

Convidamos a todos os interessados a estarem conosco nestes momentos de aprofundamento e exploração das vicissitudes da relação HOMEM-TECNOLOGIA. Novos e antigos participantes, profissionais, estudantes, artistas e pensadores, todos aqueles que, a sua maneira, têm buscado compreensão para esta intrigante passagem nossa pela Vida! Mesas redondas, plenárias, cursos e bate-papos informais estão sendo preparados com o cuidado e seriedade que já são tradicionais nos eventos promovidos pela Sociedade Brasileira de Psicanálise de Ribeirão Preto. Será um prazer recebê-lo!

Um grande abraço a todos,

Silvana Vassimon

Diretora Científica da SBPRP

Um comentário:

Popular Posts

Loading...
Subscribe to RSS Feed Follow me on Twitter!