sexta-feira, 8 de março de 2013


Por Cristiane Sampaio
Mtb. 61.431



Olá,

Seguindo o projeto de apresentação do Instituto da Sociedade Brasileira de Psicanálise de Ribeirão Preto, planejamos para hoje um post sobre a AMFIP que é a Associação dos Membros Filiados do Instituto de Psicanálise de Ribeirão Preto. Os membros filiados do Instituto são aqueles que estão em formação, são os alunos do Instituto que estão desenvolvendo as atividades didáticas, frequentando os seminários teóricos, clínicos, fazendo supervisões, apresentando relatórios e trabalhos. O período da formação é bastante intenso em leituras, discussão e reflexões exigindo um alto investimento pessoal e profissional dos membros filiados, durante tal período a Associação pode funcionar como um espaço de encontro e interlocução entre pares, entre aqueles que estão compartilhando a intensidade de todas estas vivências.  

A psicóloga e psicanalista Ana Cláudia Gonçalves Ribeiro de Almeida atual Diretora Secretaria da Sociedade Brasileira de Psicanálise fez parte do grupo que fundou a AMFIP em Ribeirão Preto e compôs o seu primeiro conselho diretor, hoje nos conta um pouco desta história “A AMFIP foi fundada em Ribeirão Preto em 2005, ainda com o nome de ACIRP (Associação dos Candidatos do Instituto da SBPRP). À época nossa Sociedade pleiteava ser reconhecida como Sociedade Plena pela IPA e buscava cumprir vários requisitos deste processo, a constituição da Associação dos Candidatos era mais um deles. Porém, penso que esta exigência da IPA cumprida por nossa Sociedade, mais do que uma formalidade, expressa o valor dado por nossas instituições  ao diálogo e interlocução entre suas várias instâncias, inclusive entre os psicanalistas já formados e aqueles em processo de formação, expressa a busca por uma vida institucional madura e de respeito entre seus membros. De lá pra cá penso que nossa instituição tem procurado amadurecer tal relação, o caminho está sendo construído por todos nós  e continua em evolução.

Assim como um tecelão compõe com diversos fios, nossa instituição está se constituindo na trama também  de diversos fios, a formação psicanalítica e os diversos sujeitos e dimensões nela envolvidos. Mas entrelaçado neste processo ainda há mais um fio que eventualmente se evidencia, a interface com  arte e cultura compondo também nossa formação e instituição.  Este fio sempre foi presente ao longo da história da AMFIP em nossa cidade,já que o primeiro evento promovido teve como tema a Obra de Chico Buarque comentada pelo Psicanalista Roosevelte Cassorla em Dez/2005  e no ano seguinte ninguém menos que o próprio Raul Hartke esteve no segundo evento da AMFIP falando sobre a obra Guernica de Picasso.

Em Março Raul Hartke volta a nossa cidade e não por acaso o fio da música  novamente se apresenta nos ajudando a encontrar os “Em Cantos da Mente”.

“Psicanálise e Música: Em cantos da Mente”, como disse tão bem a Sra. Ana Cláudia será o tema do próximo evento a ser realizado pela AMFIP em parceria com a SBPRP e a Faculdade de Música da USP, no próximo dia 16 de Março de 2013, em Ribeirão Preto.

Se você se interessou pelo evento, clique AQUI e faça sua inscrição!


0 comentários:

Postar um comentário

Popular Posts

Loading...
Subscribe to RSS Feed Follow me on Twitter!