quarta-feira, 20 de fevereiro de 2013


"Conheça um pouco da história e no que consiste a formação em psicanálise”

Por Cristiane Sampaio
MTB. 61.431


Olá,

Como prometido, hoje nós voltamos aqui com a segunda parte de uma entrevista informativa sobre nosso Instituto de Psicanálise da SBPRP. A primeira parte realizada com a Diretora e Analista Didata, Dra. Sonia Maria Mendes Eleutério Mestriner, foi um sucesso. Ela nos trouxe um pouco da história do Instituto que vem formando profissionais em Psicanálise há 19 anos aqui em Ribeirão Preto.

E agora que a história foi contada, nesta segunda parte nós trazemos algumas informações essenciais as pessoas interessadas nesta formação em Psicanálise. Quem gentilmente nos forneceu estes dados foi a Diretora Secretária do Instituto e Membro Efetivo da SBPRP, Guiomar Papa de Morais.

Confiram!

SBPRP: Hoje, como funciona o Instituto?

Guiomar: “Manter um Instituto de formação de Psicanalistas é uma das atribuições de uma Sociedade de Psicanálise que é reconhecida pela IPA (International Psychoanalitical Association). O Instituto tem uma Diretoria, composta no biênio de 2012-2014 pela Diretora Dra Sonia Mendes Eleutério Mestriner e por mim, como Diretora Secretária. A Diretoria do Instituto, com o assessoramento da Comissão de Ensino, que é formada pelos Analistas Didatas,  coordena todas as atividades ligadas a formação dos Membros Filiados até a sua passagem para Membro Associado, que então passa a fazer parte  da Sociedade de Psicanálise”.

S: Quais as etapas da formação? Existe um nível hierárquico? Em média, são quantos anos de estudo e preparação?

G: “O interessado (Psicólogos e Médicos) se inscreve e passa por um processo de seleção. Concluída a primeira etapa da seleção, o Membro Filiado (assim denominado os que são aprovados) ingressa no Instituto de Psicanálise e inicia sua análise didática, com um Analista Didata da sua escolha, que deve durar no mínimo 5 anos. Ao final de um ano, após passar pela segunda etapa da seleção, inicia os Seminários Teóricos, que são distribuídos em quatro anos e que consiste em um estudo sistemático e aprofundado dos principais autores da Psicanálise, passando por Freud, Klein e Bion, e alguns autores contemporâneos, como Ogden, Meltzer e Winnicott.  Concomitante aos Seminários Teóricos e após concluir os Seminários de Técnica Psicanalítica, o Membro Filiado inicia as Supervisões Didáticas, apresentando no final de cada uma, um relatório do caso supervisionado. Cumpridas estas etapas, o Membro Filiado pode requerer sua passagem para Membro Associado, passando a ser Psicanalista e fazer parte da Sociedade Brasileira de Psicanálise de Ribeirão Preto, da Federação Brasileira de Psicanálise (FEBRAPSI), da Federação Psicanalítica da América Latina (FEPAL) e da International Psychoanalitical Association (IPA). 

O tempo regular que o Membro Filiado fica ligado ao Instituto realizando os seminários teóricos e clínicos é de quatro anos. O diferencial de cada Membro Filiado acontece nas supervisões didáticas e apresentação dos relatórios. Gostaria de ressaltar que na realidade, não se conclui a formação de um Psicanalista quando ele simplesmente finaliza estas etapas regulares e requer sua passagem para Membro Associado. O Instituto fornece as bases consistentes e estruturadas, mas a formação é contínua e para a vida toda e depende diretamente do interesse e da dedicação de cada um. Já sendo Membro Associado da Sociedade, ao cumprir os requisitos que constam no Regulamento, por exemplo, apresentação de trabalhos, participação na vida societária, entre outros, pode requerer sua passagem para Membro Efetivo e, cumprindo então outros requisitos, pode solicitar a função de Analista Didata, sempre com a avaliação e aprovação da Comissão de Ensino”.           


S: Quem pode se tornar Membro Filiado do Instituto de Psicanálise? Quais as exigências?

G: Atualmente, na Sociedade de Ribeirão Preto, exige-se quatro anos de graduação em Psicologia ou Medicina, apresentação do curriculum vitae e da autobiografia, expondo a motivação e o interesse para a procura da formação psicanalítica. O inscrito então passa por um processo de seleção que consta na análise desta documentação e de três entrevistas individuais, sendo uma com um Membro Efetivo e as outras com dois Analistas Didatas. Os aprovados ingressam no Instituto de Psicanálise como Membros Filiados, seguem as etapas para a formação relatadas acima (análise didática, seminários teóricos e clínicos, e supervisões didáticas) e só então podem requerer sua passagem para Membro Associado da Sociedade”.

Esperamos que este post tenha lhes ajudado e esclarecido as dúvidas. De qualquer forma, estamos sempre conectados e prontos para atendê-los seja por aqui ou na SBPRP. O Instituto também funciona em nossa Sede, R. Ércoli Verri, 230 – Jd. Ana Maria – T: 3623-7585.

Até o próximo post!


  

0 comentários:

Postar um comentário

Popular Posts

Loading...
Subscribe to RSS Feed Follow me on Twitter!