quinta-feira, 13 de novembro de 2014

Berggasse 19 – Vol. V, Nº 1 – “Cinema e Psicanálise”
Resumos dos Artigos

6.      A segunda chance de Stella
Comentários sobre o filme Stella, de Sylvie Verheyde
Izelinda Garcia de Barros, SBPSP
Resumo: Nos comentários sobre o filme Stella (2008), procuro destacar, em especial, as possibilidades de expansão psíquica contida na turbulência emocional da adolescência. A trama gira em torno das vivências transformadoras que ocorreram com Stella quando, aos 11 anos, muda de escola ao iniciar o ginásio, e lá descobre, através de uma colega muito especial, o valor da amizade e o gosto pela música e pela leitura.

7.      Melanie Klein vai ao cinema
Péricles Pinheiro Machado Jr, SBPSP
Belinda Piltcher Haber Mandelbaum, USP/SP

Resumo: Por volta de 1941, Melanie Klein redigiu um esboço de interpretação do filme Cidadão Kane, de Orson Welles, lançado nesse mesmo ano. “Notes on Citizen Kane” é mantido sob a cura do Melanie Klein Trust, em Londres, e somente em 1998 foi publicado em uma coletânea de ensaios sobre o pensamento kleiniano. O presente artigo propõe uma análise crítica do texto de Klein, apoiando-se nas contribuições de Laura Mulvey para discutir elementos estilísticos e, em certa medida, metodológicos que caracterizam a abordagem kleiniana de análise do filme. A noção de fantasia inconsciente – elemento central do pensamento kleiniano – é discutida à luz das elaborações teóricas de Hanna Segal sobre a experiência estética propiciada pelas artes e aprofundada com as contribuições de Graham Clarke e Michael O’Pray sobre a experiência do psicanalista como espectador no cinema. 

8.      Lennon e Macabéa: um comentário sobre A hora da estrela
Luiz Celso Castro de Toledo, SBPRP
Resumo: Este trabalho é um comentário sobre o filme A hora da estrelauma adaptação da obra de Clarice Lispector. A partir da leitura do texto original e de sua adaptação cinematográfica, de uma canção composta por John Lennon e de reflexões a respeito das relações entre a obra e a vida da autora, me dediquei a abordar as temáticas do desamparo e da finitude.

9.      Dor e Paixão: um passeio pela vida e obra de Frida Kahlo
Ana Regina Morandini Caldeira, SBPRP
Resumo: A autora visa a fazer um trânsito pela vida e obra de Frida Kahlo, num caminhar desde o nascimento até sua morte. Sublinha os sofrimentos, traumas e ausências pelas quais viveu e constituiu seu funcionamento mental. Ressalta como fez uso da arte para elaboração de suas dores psíquicas. Neste trabalho, há uma tentativa de alinhavo entre estes vários aspectos, para a integração entre elementos contidos na obra cinematográfica Frida, em sua biografia, e nas peças artísticas que produziu, tendo como referencial o olhar que a psicanálise pode revelar.

10.      As baleias de agosto - Entre a melancolia e o luto, o sonho
Cybelli Morello Labate, SBPRP
Resumo: Partindo do enredo do filme As baleias de agosto e da relação entre as personagens, a autora discute questões referentes à passagem do tempo, ao envelhecimento e à transitoriedade da vida, tomando como base as teorias psicanalíticas sobre luto, melancolia e aprender com a experiência que iluminam a possibilidade de trânsito entre diferentes estados mentais.

11.      Uma articulação entre Psicanálise e Cinema: o caso Žižek
Luiz Moreno Guimarães, USP/SP
Thiago Emanuel Luzzi, USP/SP
Resumo: Pretende-se, através da análise do filme O guia perverso da ideologia, de Slavoj Žižek, evidenciar a forma como este autor concebe (i) a montagem fantasmática da ideologia, (ii) a maneira singular como ela ganha expressão em algumas propagandas e mercadorias e (iii) um possível atravessamento desse fantasma. O argumento principal do texto é que o filme em questão, para além de uma mera ilustração de teorias psicanalíticas, permite trazer à tona a singularidade da crítica psicanaliticamente orientada de Žižek, isto é, o modo como esse autor propõe ocupar uma determinada posição de análise e de crítica que possibilita incidir na ideologia.

0 comentários:

Postar um comentário

Popular Posts

Loading...
Subscribe to RSS Feed Follow me on Twitter!