quinta-feira, 28 de abril de 2011

Por Cristiane Sampaio
mtb: 61431

 

Bom dia, pessoal!

Vamos dar continuidade a esta semana especial sobre o Encontro Científico Preparatório para XXIII Congresso Brasileiro de Psicanálise que acontecerá no final de Maio em Ribeirão Preto. Hoje nossa ideia foi postar por aqui, um pouco mais sobre os temas “Limites, Clínica e Psicanálise”, inserindo aqui a opinião de alguns psicanalistas que já participaram do Blog Limites.

Dêem uma olhada no que o pessoal já disse por aqui:

Sobre Psicanálise:

“A teoria psicanalítica, desde Freud, diz que o prazer é sexual e aceitamos isso como verdade. Contudo, ao falar isso para um leigo, talvez tenhamos de dar-lhe uma resposta mais convincente e, ainda, demonstrar esta verdade. No limite, devemos admitir que ela contém um pressuposto: para Freud todo prazer é prazer sexual. Esta seria uma questão interessante a ser discutida num Congresso que tem este tema”, afirmou José Fernando de Santana Barros. Clique e confira o depoimento na íntegra.

Sobre Limites:


“Nas raízes da Psicanálise se encontra a pulsão, no limite entre o físico e o psíquico. A Psicanálise revelou os incertos limites entre o normal e o patológico, entre a realidade psíquica (interna) e a realidade (externa), entre a objetividade e a subjetividade. Mostrou também que os limites são necessários ao desenvolvimento dos indivíduos e dos grupos (ex. a interdição edípica), assim como o excesso de limites paralisa o crescimento emocional. O próprio conceito psicanalítico de limite tem sua origem compreendida ora como um produto da mente, ora como uma imposição do mundo externo pela Cultura e pela família”, afirmou Bernard Miodownik. Clique e confira o depoimento na íntegra.

Sobre Experiência Clínica:

“A inspiração que ocorre desta temática é relacioná-la à experiência clínica. Desde a demanda e no curso da análise, observamos manifestações do princípio do prazer-desprazer e do princípio da realidade com as bases no processo primário e no secundário, e oscilações entre posições esquizo-paranóide e depressiva. Uma análise que viabiliza a harmonização da dualidade instintiva em confronto ou em integração também conscientiza o analisando quanto aos conflitos em ação por toda vida.

Na clínica, quanto aos limites, temos as transgressões e as inibições. Nestas, observamos bloqueios, desvios, o pensamento concreto, a compulsão à repetição. Da ação de forças instintivas gerando fantasias e angústias, com os mecanismos de defesa acionados, resultam apensas situações de alívio, o que é tomado como prazer. Na realidade prazer é diferente, há consciência de um conteúdo, de uma relação afetiva interna e da opção por um objetivo. Os efeitos terapêuticos – transformações psíquicas – implicam aquisições de mais consciência, maior “noção de si mesmo”, com superações de limites das paradas do desenvolvimento e acomodações patológicas. A recuperação dos aspectos de si próprio, antes projetados de forma identificatória, com perdas da noção de si mesmo, traz a ampliação do conhecer-se”
, afirmou José Carlos Zanin. Clique e confira o depoimento na íntegra.

Gostou e quer saber mais? Sinta-se convidado a participar de nosso Encontro! Participe ativamente do ENCONTRO PREPARATÓRIO para o XXIII Congresso Brasileiro de Psicanálise, que se realizará no próximo dia 28 de maio, sábado, das 8h30 às 17h no Stream Palace Hotel em Ribeirão Preto.

Ainda está em tempo de se inscrever, acesse www.sbprp.org.br  - Acesse a página do Congresso dentro do Blog Limites (no topo da página).

2 comentários:

  1. Bom dia!
    A questão é: cuidado com os limites, não exagere nem relaxe. (sorrio)
    Convido para que leia e comente meu “A Onírica Competição de Armelau” no http://jefhcardoso.blogspot.com/ Espero que curta. Valeu!

    “Que a escrita me sirva como arma contra o silêncio em vida, pois terei a morte inteira para silenciar um dia” (Jefhcardoso)

    ResponderExcluir
  2. Obrigada Jefhcardoso, continue nos acompanhando e comentando por aqui. Será sempre bem-vindo.

    Att,
    SBPRP.

    ResponderExcluir

Popular Posts

Loading...
Subscribe to RSS Feed Follow me on Twitter!